Agricultura

Agricultura

A cal e o calcário são comumente empregados na agricultura, como fertilizantes e corretivos de solo, pois são fontes de cálcio e magnésio que auxiliam no crescimento saudável da plantação.

Corretivo de solo

Vários tipos de misturas de cales dolomítica e calcítica, e ainda o calcário, são utilizados na agricultura e reflorestamento, como corretivo de solo e como aditivo de magnésio e cálcio, tais nutrientes são essenciais para o crescimento sadio da planta e o aumento da produtividade da plantação.

Os produtos óxidos CaO/MgO garantem os seguintes benefícios:

– Rápida correção do pH do solo, que permite o restabelecimento da capacidade de troca catiônica.

– Permite a absorção ideal pela planta de macronutrientes como N, P, K, Mg e Ca, o que impacta na economia de fertilizantes.

– Aumenta a permeabilidade do solo que permite melhor retenção de água e raízes mais compridas.

– A alta concentração de CaO e /ou MgO permite economia no frete e no custo de espalhamento do produto (combustível/mão de obra).

Farelo de Polpa Cítrica

O processamento da laranja gera vários subprodutos com valor comercial. Entre esses subprodutos está o farelo de polpa cítrica, cuja aplicação se dá como complemento para ração animal na forma de PCS (Polpa Cítrica Seca).

Uma das etapas no processamento de obtenção da PCS consiste na adição de cal virgem ou hidratada. O papel da cal é permitir a continuidade do processo de extração de líquido durante a prensagem dos resíduos cítricos frescos (cascas, polpa, bagaço e sementes), que posteriormente, serão conduzidos aos secadores.

Quimicamente, a cal promove a neutralização dos ácidos orgânicos contidos na fruta até a obtenção de um pH próximo a 6,9, o que resulta na ligação da pectina ao cálcio, formando o pectato de cálcio.

Açúcar e Álcool

No segmento de açúcar e álcool, a cal é utilizada na forma de leite de cal em duas aplicações fundamentais: lavagem da cana e tratamento do caldo.

O caldo extraído, chamado de caldo misto, é impuro e necessita passar por um processo de clarificação para retirada de sólidos. O tratamento de purificação está na ação física da cal sobre o caldo.

Dessa forma, no tratamento do caldo, a dosagem do leite de cal tem como finalidades facilitar a floculação das substâncias coloidais, elevar o pH até 6,8 – 7,0 e promover a formação de sais de cálcio a partir dos ácidos orgânicos do caldo. Esses sais, ao se depositarem nos clarificadores, arrastam consigo outras impurezas que estejam em suspensão. A melhor condição para essa clarificação é quando o pH final da reação é conduzido para próximo da neutralidade, pois neste ponto tem-se a preservação das moléculas de sacarose.

Na lavagem da cana, a função da cal é a correção do pH da água, devido à acidez da cana.

Posts Relacionados:

Metais não Ferrosos

Metais não Ferrosos

A cal possui importantes aplicações em diferentes etapas dos processos de produção de alguns metais não-ferrosos.
Tratamento de Esgotos Ind. e Domésticos

Tratamento de Esgotos Ind. e Domésticos

No tratamento de esgotos (industrial ou doméstico), a cal é amplamente usada para vários objetivos.
Papel e Celulose

Papel e Celulose

A cal virgem é tradicionalmente usada em fábricas de celulose para restaurar a soda cáustica, um dos principais integrantes do licor branco.
Indústria Química

Indústria Química

A Cal possui várias aplicações na indústria química, devido suas propriedades físico-químicas e preço competitivo.